Assim como existem gauchadas ou baianadas, as barbosadas podem ser verificadas facilmente por aí.São “manias” dos habitantes e afins da altaneira Carlos Barbosa. A maioria de ocorrência é restrita ao território, mas há registros de barbosadas itinerantes. Ao contrário do que se pensa, as barbosadas não são exclusividade dos nativos, já que também abrangem o público que tem a cidade como local de trabalho e até mesmo os turistas mais impressionáveis. O fenômeno não discrimina gênero, cor, faixa etária ou classe social. Volta e meia alguém chega de canto e diz: “Fulano aprontou”, quando na verdade trata-se de uma barbosada, algo que a psicanálise certamente pode explicar. Ou não. Eis algumas barbosadas clássicas:

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

No último domingo, o jornalismo ganhou um Oscar: “Spotlight: Segredos Revelados” venceu a categoria Melhor Filme. O longa conta a história de um grupo de jornalistas do Boston Globe que se engajaram numa investigação e revelaram um escândalo de abuso sexual e pedofilia por membros da igreja católica local.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

O relato a seguir foi feito no dia 25 de janeiro de 1972, à noite, pelo meu irmão Mário.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

Aos vinte e quatro dias do mês de janeiro de 1972, iniciou-se o Projeto Forromeco. Às nove e quarenta e cinco da manhã, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, partiram os componentes Diogo Guerra, Ademir José Zan e Geraldo Merzoni.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

Texto publicado em 28 de janeiro de 2006. O leitor reflita, neste país nada muda. Tudo é recorrente.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

Quando era pequeno, ir a Porto Alegre era sempre uma alegria para mim. Seja com quem fosse, não sei por qual motivo, mas eu gostava de visitar a fartamente arborizada capital do estado.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

Era o ano de 1972, janeiro, fevereiro, que iniciamos um trabalho denominado Projeto Forromeco. Idealizado por mim, meus irmãos Mario e Alvaro, e com ajuda fundamental de Euclides Zan, Ademir José Zan, Geraldo Merzoni e Miguel Pedro Guerra.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

Mais Artigos...

  • Anúncio