Secretária de Saúde: ‘Pagamos para jogar remédios no lixo’

Política
Tipografia

Desde janeiro, a secretaria municipal de Saúde contabiliza cerca de 40 mil unidades de medicamentos considerados em boas condições que vão a descarte. Em 2015, a Câmara de Vereadores sinalizou desconfiança sobre projeto de lei que autorizava a redistribuição de remédios devolvidos por pacientes à Farmácia Municipal e a proposta foi retirada.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

  • Anúncio