Abastecimento sob novo sistema preocupa audiência

Política
Tipografia

O projeto é ambicioso e milionário. A Companhia Rio-Grandense de Saneamento (Corsan) pretende construir um sistema de abastecimento a partir do Rio das Antas e garantir água potável a cerca de 250 mil pessoas das cidades de Bento Gonçalves, Farroupilha, Garibaldi e Carlos Barbosa, sob custo de R$ 165 milhões.

Faça login e continue lendo

Com seu cadastro você tem acesso a todo o conteúdo de qualidade que você só encontra no contexto.


Seu primeiro acesso?
Clique e saiba como realizar o seu primeiro login para ter acesso ilimitado ao contexto.

Primeiro acesso

  • Anúncio